Uberlândia terá vara especializada em violência doméstica contra mulheres

O órgão com atuação preventiva e repressiva começa a funcionar a partir do dia 11 de abril.

Créditos: Câmara Municipal de Uberlândia


A juíza diretora do Foro da Comanda de Uberlândia, Maria Elisa Taglialegna, anunciou na Câmara Municipal, que a partir do dia 11 de abril, a cidade terá uma vara especializada em violência doméstica contra mulheres. A decisão tem como objetivo tornar a cidade mineira referência no atendimento às mulheres e avançar nos direitos ao acolhimento humanizado e de qualidade no estado.


A vara surgiu de uma solicitação que chegou a juíza, vinda de vereadoras de Uberlândia em janeiro deste ano. O documento afirma que a criação de mais um órgão com atuação preventiva e repressiva "é uma reivindicação antiga do movimento de mulheres e várias instituições da cidade" e que sua realização é imprescindível para a garantia do direito fundamental ao acesso à justiça. Assinam o documento as vereadoras: Amanda Gondim (PDT), Cláudia Guerra (PDT), Dandara Tonantzin (PT), Gilvan Masferrer (DC), Liza Prado (MDB), Thais Andrade (PV), Gláucia da Saúde (PSDB) e a ex-vereadora Drika Protetora (Patriota), que faleceu devido a complicações da covid-19.


Fonte: Diário de Uberlândia

1 visualização0 comentário