Uberlândia lança Pacto pela Alfabetização

Parceria entre prefeitura, Instituto Projeto de Vida e Instituto Raiar visa conquistar a alfabetização e promover educação de qualidade para as crianças dos anos iniciais da rede pública



A prefeitura de Uberlândia assinou, na segunda-feira (7), o acordo de cooperação para o início do Pacto pela Alfabetização. Com apoio do Instituto Projeto de Vida de Uberlândia, que financia o programa, e do Instituto Raiar, responsável pela gestão, o Pacto pela Alfabetização tem como principal objetivo alfabetizar as crianças até o 1º ano, a fim de contribuir para mudança do atual cenário em que mais da metade das crianças brasileiras chega ao final do 3º ano sem as habilidades mínimas de leitura, de acordo com o Ministério da Educação (MEC).

Uberlândia é um dos poucos municípios do Brasil a ter um diagnóstico real da situação da alfabetização de todas as crianças do Ensino Fundamental I e, principalmente, a ter um plano estruturado para promover a recuperação em 12 meses.

O Pacto pela Alfabetização irá beneficiar 20 mil crianças da rede municipal de Uberlândia. A metodologia implantada é a mesma utilizada em Sobral/CE, principal referência em educação pública de qualidade no Brasil e a metodologia adotada será do Instituto Alfa e Beto.

Segundo a presidente executiva do Instituto Projeto de Vida, Raquel Garcia, o programa foi apresentado aos diretores de todas as escolas municipais de Uberlândia e teve 100% de adesão. “Estamos imensamente felizes por ajudar a transformar o cenário da educação e do desenvolvimento social em nossa cidade. Através desta parceria, estamos colocando em prática nosso propósito de dar oportunidades a pessoas, comunidades e escolas, promovendo a conexão e envolvimento entre sociedade civil organizada e poder público em busca da melhoria do desenvolvimento da cidade”, explica Raquel.

Como vai funcionar A iniciativa prevê a implantação colaborativa de uma política pública de alfabetização, a partir de um sistema de ensino estruturado com evidências científicas para a promoção da aprendizagem, com diferentes abordagens, dos alunos de 1º ao 2º ano, além de alfabetização intensiva extraclasse para alunos não alfabetizados do 3º ao 5º anos.

Com o Pacto, a rede municipal deve melhorar seus indicadores de alfabetização e como resultado as crianças têm a oportunidade de trilhar uma trajetória escolar satisfatória e conquistar um futuro melhor, o que contribui para o desenvolvimento social da comunidade. “Desde o começo da pandemia, temos monitorado o desenvolvimento de nossas crianças e criado ferramentas, a medida do possível, para aprimorar este aprendizado. O Pacto pela Alfabetização utiliza uma metodologia baseada em evidências que permitirá acompanhar o desenvolvimento de cada aluno, cada turma e cada escola. Com o Pacto esperamos que haja melhoria dos indicadores de alfabetização e, consequentemente, as crianças tenham a oportunidade de conquistar uma trajetória escolar que lhes assegure a educação que têm direito”, explicou a secretária municipal de Educação, Tânia Toledo.

Sobre o Pacto pela Alfabetização O Pacto pela Alfabetização atua para garantir o direito constitucional de cada criança à educação básica de qualidade. Utiliza uma metodologia baseada em evidências que permite acompanhar o desenvolvimento de cada aluno, cada turma e cada escola, avaliando conquistas e corrigindo lacunas de aprendizagem sempre que necessário. O programa ainda oferece apoio à prática pedagógica dos professores, por meio de capacitações; realiza modelagem de gestão, qualificando os processos da coordenação à execução da aprendizagem; e incentiva a atuação em rede, unindo pais, professores, gestores e demais membros da comunidade escolar pelo sonho da alfabetização. Mais informações: pactopelaalfabetizacao.com.br


1 visualização0 comentário