top of page

Uberlândia é a cidade do interior e região metropolitana de grande porte do Brasil com maior crescimento do PIB da Indústria

Segundo o IBGE, segunda maior cidade de Minas Gerais verificou um avanço de 764,12% no setor entre os anos 2002 e 2021; crescimento foi o maior registrado nacionalmente na comparação com municípios de porte semelhante e com mais de 650 mil habitantes



Uberlândia segue como destaque pelo seu desenvolvimento econômico e industrial. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em toda a série histórica do Produto Interno Bruto (PIB) da indústria, compreendida entre os anos 2002 e 2021, a cidade verificou um expressivo crescimento de 764,12%. No período, o PIB de Uberlândia foi o que mais apresentou aumento entre municípios do interior e região metropolitana de grande porte do país.

 

            De acordo com o IBGE, Uberlândia verificou a 28ª posição nacional em relação à soma total de todos os bens e serviços produzidos no setor da indústria do país. A última atualização do IBGE mostra que a arrecadação foi recorde, somando R$ 10.575.603.

 

Os avanços mais significativos da indústria foram registrados durante os anos em que o prefeito Odelmo Leão esteve à frente do Executivo da cidade. Os maiores aumentos ocorreram em períodos de sua gestão, sendo que de 2005 a 2012 foi de 241% e de 2017 a 2021 o crescimento alcançou 66%.

 

             Atualmente, Uberlândia também é o 28º município mais populoso do país, com 713.224 habitantes. Os dados fornecidos pelo IBGE mostram que, entre aquelas com população igual ou superior a 650 mil habitantes, a cidade mostrou maior avanço na arrecadação pelo setor da indústria, apresentando uma evolução mais significativa que localidades como Nova Iguaçu (RJ), Santo André (SP), Osasco (SP), Ribeirão Preto (SP), dentre outras. Em outro recorte, analisando somente o retrato das grandes de Minas, Uberlândia também se destaca à frente de Belo Horizonte, Contagem, Juiz de Fora e outras.

 

O prefeito Odelmo Leão destaca a importância das políticas públicas a longo prazo, que focam em garantir e ampliar a oferta de serviços prioritários à população, além de potencializar as vantagens naturais da cidade, como a localização geográfica privilegiada, que facilita as condições de logística, e disponibilidade de água de qualidade.

 

"Enquanto prefeito, orientei para que atuássemos prioritariamente com investimentos nas áreas da Saúde, Educação, Desenvolvimento Social e de Infraestrutura. Entendemos que, mesmo com todas as dificuldades que permeiam o crescimento urbano, se seguimos ampliando vagas em escolas, atendimento médico, mobilidade urbana, dentre outros, estamos criando um ambiente de confiança para trabalhadores e para aqueles que aqui querem empreender ou expandir seus empreendimentos. Fora isso, também implementamos a diretriz de trabalhar como facilitadores, modernizando e informatizando todos os processos do Executivo. Portanto, sempre estivemos de portas abertas, oferecendo todas as condições possíveis que, na prática, resultaram no aquecimento da construção civil e expansão de indústrias locais de todos os portes", considerou o prefeito Odelmo Leão.

 

 

Confira comparativos entre cidades do mesmo porte acima de 650 mil habitantes:

 



Fonte:IBGE

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page