Soluções tecnológicas irão impulsionar a agricultura e a pecuária no estado em 2022

Projetos já aprovados contemplam áreas como fruticultura, bovinocultura, cafeicultura, olivicultura e hortaliças.

Foto: Epamig / Divulgação


A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), instituição pública dedicada a desenvolver soluções tecnológicas para a agricultura e a pecuária do estado, vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), iniciou 2022 com uma lista de 56 novos projetos de pesquisa vão contemplar áreas como fruticultura, bovinocultura, vitivinicultura, cafeicultura, olivicultura, grãos, agroecologia, flores, hortaliças, plantas medicinais, leite e derivados, além de recursos hídricos e biotecnológicos. Os projetos contam com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede).


Boa parte das pesquisas que serão executadas a partir deste ano foi aprovada no Edital Universal da Fapemig de 2021 e terão recursos financeiros geridos pela Fundação Arthur Bernardes (Funarbe). Outra parte das pesquisas foi aprovada no edital 40 da Fapemig, de 2021, que prevê apoio a projetos em ciência, tecnologia e inovação inseridos nas políticas públicas de Minas Gerais.


Os recursos financeiros dessas pesquisas serão geridos pela Fundação de Apoio à Educação e Desenvolvimento Tecnológico de Minas Gerais (Cefet Minas), Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fadepe), Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento (Faped), Fundação Christiano Ottoni (FCO) e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fepe).


Fonte: Agência Minas Gerais

2 visualizações0 comentário