Selo Cozinha Mineira destaca culinária como patrimônio cultural do estado

Projeto procura fortalecer turismo cultural e estimular projetos ligados à economia criativa da região.

Foto: Secult / Divulgação

O Selo da Cozinha Mineira, iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), é um projeto “marca” do projeto do Inventário da Cozinha Mineira, que visa reconhecer a culinária como patrimônio cultural de Minas Gerais.


O secretário da pasta, Leônidas Oliveira, destacou que a iniciativa é uma ação fundamental para fortalecer o turismo cultural em Minas e estimular projetos ligados à economia criativa no estado. “A cozinha mineira está relacionada ao turismo cultural, nessa transversalidade entre os dois segmentos. Em Minas, 71% do turismo é cultural", disse, em Tiradentes, cidade escolhida para sediar o evento.


A Empresa Mineira de Comunicação (EMC), por meio da Rede Minas, se unui à proposta e irpa transmitir a partir de sábado (26/2), às 12h, o programa de culinária “Juntos na cozinha”. A atração é produzida pela parceira TV Diversa, de Juiz de Fora, transmitida em cerca de 70 cidades da região central, Sul, Zona da Mata e Campo das Vertentes, em Minas Gerais, e Barra Mansa e Volta Redonda, no Rio de Janeiro.


O projeto Inventário da Cozinha Mineira tem o patrocínio da Gerdau, da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig), por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do governo federal, e parceria da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), firmada através de acordo de cooperação entre o Iepha-MG e o Instituto Periférico.


Fonte: Agência Minas


1 visualização0 comentário