top of page

Região do Cerrado Mineiro na Specialty Coffee Expo: destaque brasileiro no maior evento de cafés especiais dos EUA




A Região do Cerrado Mineiro (RCM), pioneira no Selo de Denominação de Origem no Brasil, estará presente na Specialty Coffee Expo, importante evento promovido pela Specialty Coffee Association (SCA) nos EUA. A exposição acontecerá em Chicago, de 12 a 14 de abril.

 

Principal evento B2B da América do Norte para profissionais de cafés especiais, a Specialty Coffee Expo reúne torrefadores, varejistas, produtores, importadores e baristas. Mais de 575 expositores apresentam seus produtos e serviços mais inovadores, competindo por prêmios e oferecendo palestras, workshops, cuppings e pesquisas sobre cafés.

  

Durante o evento, a Região do Cerrado Mineiro e todas as demais Regiões com Indicações Geográficas em Café do Brasil (IGs), em parceria com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), terão um estande dedicado ao Brasil na feira, com um espaço chamado Brew Bar, onde serão apresentados os cafés com IGs, incluindo os da RCM, juntamente com informações sobre cada região. A barista Carol Franco, da Lucca Cafés Especiais, estará presente para preparar, servir e apresentar os cafés, juntamente com representantes das Regiões.

 

Uma comitiva composta por produtores e representantes das cooperativas e associações da Região do Cerrado Mineiro estará na SCA, apresentando cafés especiais produzidos na Região por meio de cuppings (degustação do café). 

 

Juliano Tarabal, diretor executivo da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, destaca que a Coffee Expo é a maior feira global no segmento de cafés especiais, sendo uma ótima oportunidade para promover a Região do Cerrado Mineiro e seus parceiros. “Vamos apresentar um café que representa a excelência da nossa Região, refletindo todas as suas características sensoriais. Discutiremos os métodos de produção de café locais, enfatizando as ferramentas de rastreabilidade, sustentabilidade e agricultura regenerativa, fortalecendo os laços com nossos parceiros. Nosso objetivo é engajar torrefadores, exportadores e importadores que já trabalham com o Cerrado Mineiro, além de atrair novos parceiros interessados em participar da Federação e apoiar nossa estratégia com a Denominação de Origem”, conclui Tarabal. 

 

“A presença das regiões brasileiras com indicação geográfica no Brew Bar do estande brasileiro reforça a diversidade de perfis sensoriais, a qualidade, a sustentabilidade e principalmente a origem dos cafés especiais produzidos no Brasil. Apresentar ao mundo este conjunto de atributos via o conceito de origem controlada agrega valor ao consumidor e valoriza o produtor brasileiro”, avalia Vinicius Estrela, diretor executivo da Associação Brasileira de Cafés Especiais.

6 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page