Projeto da Emater-MG beneficia mais de 1,7 mil famílias do semiárido mineiro

Em quatro anos a ação da presta 11.745 atendimento a agricultores familiares da região em situação de vulnerabilidade social.

Foto: Divulgação/Emater-MG


Nesta sexta-feira (18), a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) finalizou, em live, o projeto Dom Hélder Câmara (falecido em 1999), uma homenagem ao bispo católico que ficou conhecido internacionalmente por suas ações na luta contra a fome e a miséria no país. A iniciativa propunha a prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural para agricultores familiares do semiárido mineiro em situação de vulnerabilidade social.


Iniciado em 2018, 1.793 famílias foram cadastradas, sendo 1.632 beneficiadas com um fomento de R$ 2,4 mil, e 150 com assistência técnica. Além disso, foram 1.758 projetos produtivos elaborados pelos extensionistas em visita aos beneficiários, num total de 11.745 assistências técnicas prestadas. E, apesar das dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, o índice de execução global do projeto foi de 99,47% e o valor total destinado aos beneficiários de R$ 3,6 milhões.


Fonte: Agência Minas Gerais e Secretaria da Agricultura

1 visualização0 comentário