Pesquisa revela expectativas de venda e consumo para janeiro




Uma pesquisa realizada pela CDL Uberlândia com empresários e consumidores da cidade mapeou as expectativas de vendas durante o mês de janeiro, período tipicamente conhecido pelas liquidações e queimas de estoque.


Segundo o levantamento, 59% dos consumidores entrevistados pretendem aproveitar o mês para comprar com valores mais acessíveis.


Entre os itens mais desejados estão os eletrônicos, eletrodomésticos e materiais de informática (35%) e itens do segmento de moda, como calçados, vestuários e acessórios (30%).


Embora o mês traga excelentes oportunidades, a maioria dos respondentes (48%) deve economizar e limitar a compra em até R$100. Mesmo assim, 22% investirão de R$100 a R$500 e 30%, estimam uma despesa acima de R$500.


Questionados sobre o período mais propício para comprar com descontos, 54% confirmaram a preferência por janeiro, 42% elegeram a Black Friday e apenas 2% citaram o Natal.


Empresários devem investir menos na data


Em paralelo com a enquete focada no consumidor, a entidade também lançou um levantamento entre os empresários da cidade.


De acordo com o estudo, 59,3% não pretendem realizar ações específicas para a data.

Entre os 40,7% que irão realizar liquidações, a maioria faz parte do segmento de vestuário e calçados (44,8%).


Com relação à margem de desconto aplicada sobre produtos ou serviços, 40,7% dos comerciantes lançarão descontos de até 10%; 37% dos empresários devem liberar descontos de 10% a 30% e 22% trabalharão com ofertas de 30% a 50%.


Sobre os canais de comunicação escolhidos para divulgar as ofertas, 53,3% usarão as redes sociais; 16,7% optarão pelo WhatsApp e 13,3% reforçarão a abordagem por meio dos próprios vendedores.


Planejamento é a chave da virada

Na teoria, janeiro não possui nenhuma data comercialmente interessante, além de ser um período de baixo movimento para o comércio, visto que o consumidor tende a priorizar o pagamento de contas no início do ano, mas na prática, é possível lucrar muito! “Planejar antecipadamente as ações para o mês é uma grande oportunidade de girar o estoque parado em dezembro e estimular as vendas a partir de ofertas atrativas”, pontuou a gerente de Soluções e Negócios da CDL, Renata Barbosa.


Nas lojas físicas, trabalhar com materiais gráficos, que deixem os descontos em evidência é muito importante. Outra dica é explorar a visibilidade das vitrines para vender produtos ou serviços voltados para o verão, férias e retorno das aulas.


Embora a pesquisa tenha apontado que muitas empresas já trabalhem com a comunicação online, é imprescindível que elas adotem as estratégias e abordagens certas para ampliar a percepção de suas marcas.


Para apoiar as empresas que ainda não estão no ambiente digital ou que não possuem o conhecimento necessário, a CDL disponibiliza para seus associados o CDL Mídia, uma solução que promove a presença digital do negócio, de forma inteligente, atrativa e estratégica nos diversos canais da entidade. O empresário também pode investir em cursos especializados em marketing digital, do básico ao avançado. Basta ficar de olho na programação de cursos da Fundação CDL.

1 visualização0 comentário