Inovação Tecnológica na Indústria do Vinho!

Os puristas do vinho podem zombar da ideia de um futuro do vinho sem garrafas de vidro


Por Wallace Neves

Fotos Divulgação


O ritmo acelerado da inovação tecnológica provavelmente terá um impacto dramático na indústria do vinho na próxima década. Conversando com alguns produtores do Brasil, Chile e Portugal, pode constatar que em alguns casos, a tecnologia oferecerá soluções para problemas enfrentados pelos viticultores e vinicultores; em outros casos, a tecnologia revolucionará a forma como embalamos, compramos e consumimos vinho. Aqui está um olhar mais atento sobre 5 tendências de tecnologia que irão impactar o futuro do vinho.


Entregas de vinho por drone

O modelo de envio direto ao consumidor pode ser totalmente interrompido se os drones de baixo custo puderem entregar pacotes de vinho aos consumidores. Em algumas grandes cidades urbanas, a entrega de vinho e álcool no mesmo dia já é a norma. Portanto, prepare-se para o próximo grande salto nos prazos de entrega. Alguns especialistas da indústria do vinho sugerem que a entrega quase instantânea de vinho em 30 minutos ou menos se tornará a nova norma.


É claro que a ideia de usar drones para entregar pacotes pode parecer futurista, mas lembre-se de que a megavarejista Amazon já tem um conceito chamado Amazon Prime Air que envolve drones voadores capazes de transportar pacotes de aproximadamente 5 libras (2,2 kg). Então, agora que a Amazon comprou o Whole Foods Market, o que impede a Amazon de usar drones para entregar vinhos de marca própria da Whole Foods?


O fim da garrafa de vidro

Os puristas do vinho podem zombar da ideia de um futuro do vinho sem garrafas de vidro, mas não é isso que eles disseram sobre garrafas de vinho com tampa de rosca e vinho em latas e caixas? E basta olhar para onde estamos hoje – os vinicultores estão continuamente apresentando novas ideias para embalar vinho, e é bem provável que garrafas de vidro pesadas sejam esquecidas. De fato, alguns tecnólogos propuseram a ideia de garrafas comestíveis feitas de substitutos do açúcar (por exemplo, isomalte), ou vidro não plástico compostável feito de amido de milho. Em um futuro ecologicamente correto, até mesmo a ideia de reciclar vidro pode parecer pitoresca e anacrônica para alguns, na vanguarda da tecnologia. Por que reciclar uma garrafa de vidro quando você pode simplesmente comer uma garrafa comestível, sem produzir nenhum tipo de resíduo?


Rótulos de vinhos de realidade aumentada

Vivemos em uma era digital, certo? Então, se o papel está desaparecendo de nossas vidas a uma taxa prodigiosa (incluindo o desaparecimento do papel-moeda!), então não é lógico supor que o papel acabará desaparecendo das embalagens de vinho? Os tecnólogos já estão falando sobre a garrafa sem rótulo. Se as pessoas quiserem ver o que está dentro, elas podem simplesmente escanear um código QR ou lançar um videoclipe de realidade aumentada. De fato, um número crescente de marcas de vinho já está usando a tecnologia de Realidade Aumentada (AR) para oferecer experiências de marca diretamente na garrafa. O exemplo mais famoso é o 19 Crimes, que foi pioneiro na ideia de “rótulos de vinho vivos”.


Máquinas de venda automática de vinho com scanners biométricos

Pense em como é fácil comprar uma lata de CocaCola ou Pepsi (ou qualquer que seja sua bebida favorita) em uma máquina de venda automática. Então, por que não máquinas de venda automática de vinho, onde as pessoas primeiro usam um dispositivo de varredura biométrica (como um scanner de retina) para determinar que têm idade legal para beber e, em seguida, acenam com o smartphone na frente da máquina de venda automática para pagar por isso. O smartphone já armazenou todas as suas preferências pessoais e, em segundos, uma lata do seu vinho favorito pode ser dispensada.


Hologramas de vinícolas

A tecnologia do holograma soa como algo saído de um filme de ficção científica, mas os hologramas já estão sendo usados no mundo do entretenimento para shows de música e outros eventos de entretenimento. (Basta Google “Hologram Concert Tours” e você verá vídeos de performances de personalidades famosas do mundo da música que não estão mais conosco.)


As vinícolas podem aproveitar essa tecnologia para criar algumas experiências de sala de degustação muito exclusivas. Imagine sentar-se para desfrutar de uma garrafa de Cabernet Sauvignon da adega e estar cercado por suas celebridades favoritas do mundo da música, arte ou cinema. Ou você pode simplesmente solicitar uma conversa individual com um holograma de vinicultor para descobrir como um determinado vinho é feito.


Até agora, a indústria do vinho pode ter demorado a adotar novas inovações tecnológicas. Era um mundo de tradição e segredos de família passados de geração em geração. Mas tudo isso está mudando na era digital. Novas tecnologias que estão se tornando mainstream agora estão impactando o mundo do vinho também.


Wallace Neves é Sommelier profissional, Diretor da Conexão Sommelier, professor de Enologia, Presidente da European School for Sommelier no Brasil e Embaixador dos Vinhos do Alentejo.


Já garantiu o seu ingresso para a Feijoada do Celinho no dia 28 de maio? Acesse aqui.

6 visualizações0 comentário