Governo anuncia R$ 118 milhões para recuperação e proteção do Patrimônio Histórico

As obras preveem reformas emergenciais, recuperação e melhorias em casarões, capelas, igrejas e outros imóveis, sejam públicos ou privados.

Foto: Sérgio Mourão / Acervo Secult


Na última terça-feira (18), o Governo de Minas Gerais anunciou que destinará R$ 118 milhões para a recuperação e proteção do Patrimônio Histórico em todo o estado através de uma plano chamado Restaura Minas. A iniciativa foi lançada pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), em conjunto com a Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha) e a Prefeitura de Ouro Preto.


O plano faz parte do Recupera Minas, pacote de ações do Governo que concede auxílio a desalojados e desabrigados, reconstrução de casas, estradas e outras medidas de apoio às cidades e infraestrutura estadual. Ainda esta semana o governo afirmou, também, que destinará ao Recupera Minas mais de R$ 600 milhões para cidades e atingidos pelas fortes chuvas no estado.


De forma geral, as obras preveem desde reformas emergenciais, recuperação e melhorias em casarões, capelas, igrejas e outros imóveis, sejam públicos ou privados, tombados nos âmbitos estadual e federal, em todo o território mineiro. Dentre as obras previstas, estão, por exemplo, pinturas e intervenções em calhas e telhados.


Minas Gerais soma quase 6 mil bens culturais reconhecidos presentes em todo o estado, entre materiais e imateriais. Destes, 149 foram tombados pelo Iepha-MG, com destaque a 11 núcleos históricos e 23 conjuntos paisagísticos. Fonte: Agência Minas

4 visualizações0 comentário