top of page

Gestão do tempo

"Se o destino e o caminho não forem os corretos, chegaremos ao lugar errado mais rápido"


Por Toni Amaral

Fotos Divulgação

Vivemos em tempos cada vez mais acelerados, fruto da pós-modernidade. Passamos em 100 anos de uma sociedade rural para uma sociedade industrial e agora temos uma sociedade tecnológica e isso certamente contribuiu para nossa mudança na relação com o tempo. Já percebeu que quando vamos para uma praia, uma fazenda, o tempo passa devagar? Pois é. E é isso mesmo que acontece. Devido a nossa rotina e modelo de vida urbano cada vez mais acelerado e agitado, também aceleramos e agitamos nossa relação com o tempo, porém ele continua sendo exatamente o mesmo, aqui para nós na cidade agitada ou para quem está na praia ou no campo.


Mas, como fazer para gerenciar melhor o nosso tempo? Há mais de 15 anos tenho me dedicado a esta missão e felizmente consegui ótimos resultados e vou compartilhar com você. O resultado desta minha jornada foi uma “Se o destino e o caminho não forem os corretos, chegaremos ao lugar errado mais rápido”Gestão do tempo metodologia simples, baseada em sete disciplinas que produzem uma melhora significativa na produtividade, mas com qualidade de vida e saúde emocional.


No meu curso “Gestão do Tempo - As Sete Disciplinas da Produtividade” abordo estas disciplinas com maior profundidade e trabalho com ferramentas práticas para sua aplicação no dia a dia, mas mesmo neste breve texto já dá para você fazer uso das disciplinas e obter resultados imediatos.


A primeira disciplina é a ORIENTAÇÃO. Normalmente nos preocupamos em fazer as coisas rápido, mas se o destino e o caminho não forem os corretos, apenas chegaremos ao lugar errado mais rápido e aí o prejuízo está feito. Então, mais importante que o relógio, é a bússola. É fundamental que tenhamos um senso de direção e destino bem definido para que nossas tarefas sejam melhor realizadas e cumpram seu objetivo, que é o resultado. Afinal, o que realmente importa é o resultado, mas o problema é o custo que gerar esse resultado acarreta, caso não tenhamos um bom senso de direção.


A segunda disciplina é o ESFORÇO E RESULTADO. Nela observamos as prioridades, pois como afirma o princípio de Pareto, 20% do esforço garante 80% do resultado. Aqui o que importa é concentrarmos nossos esforços nas tarefas mais importantes que contribuirão para

os resultados também mais importantes. O que é interessante nesta disciplina é que ela ajuda muito na sustentação do foco. E hoje em dia, diante de tantas distrações constantemente, sustentar a atenção e o foco é uma missão quase impossível.


Agora vamos conhecer a terceira disciplina: MUDANÇA DE ATITUDE. Nela podemos perceber que não adianta querermos resultados diferentes fazendo as coisas da mesma maneira, como dizia Einstein. Aqui nossa atitude tem que ser de atenção, proatividade, determinação e protagonismo. É necessária uma revisão dos nossos sistemas de crenças e referenciais, pois somente mudando nossa atitude com orientação correta, direção correta e atitude correta é que garantimos os meios para virarmos o jogo na nossa relação com o tempo. Aliás, temos que reforçar que o dia só tem 24 horas para todos nós, 7 bilhões e meio de pessoas, e por incrível que pareça ainda vai continuar assim por um bom tempo. Então, não adianta chorar nem reclamar, temos que saber gerenciar essas 24 horas e é isso que importa.


Já a quarta disciplina é ASSUMIR O COMANDO. Aqui temos que nos posicionar diante de tarefas, situações e até mesmo relações que comprometem nossa realização pessoal e profissional. Assumir o comando neste sentido diz respeito a realmente decidir de maneira

consciente e sustentada suas decisões e ações, sem imputar a terceiros culpa ou responsabilidade. Sim, a responsabilidade sobre o gerenciamento do SEU tempo é somente SUA. E cabe a você realizar as melhores escolhas para que seu tempo seja mais bem aproveitado.


Na quinta disciplina aprendemos sobre ADAPTAÇÃO E COMPATIBILIDADE. Lembrando Charles Darwin que na natureza não é o mais forte nem o mais inteligente que evolui e sim aquele que melhor se adapta ao ambiente. A ideia dessa disciplina é trabalharmos nossa evolução constante ao ambiente, sabendo que essa força é imperativa. Adaptamos ou morremos. Então, a regra é buscar os melhores recursos que esta nossa condição social de pós-modernidade nos oferta, porém com inteligência e habilidade para não nos perdermos diante de tanta distração, oferta, consumo e informação.


A sexta disciplina fala sobre PRINCÍPIOS E VALORES. Todas as disciplinas são importantes e se relacionam harmonicamente, porém esta é a minha preferida. Ao longo da minha jornada, criei um código de ética e conduta pessoal para me sustentar na vida de maneira que me orgulhe de tudo aquilo que fiz e de quem eu sou. Para eu comprar o que o dinheiro compra é fácil, porém conquistar o que o dinheiro não compra é o mais importante e garantir o equilíbrio dos dois é o que este princípio realiza. Como diz o mestre Augusto Cury, não ser o mais rico do cemitério ou o mais importante na enfermaria do hospital.


Chegamos à sétima disciplina: USUFRUIR. Aqui é preciso estabelecer uma conexão com a vida e o mundo no sentido de usufruirmos de estarmos aqui e agora vivendo o momento presente, que aliás é tudo e somente o que temos, o AGORA. Então, o que fica para nós, no sentido de gerenciarmos melhor nosso tempo é construir uma relação profunda e amigável

com o AGORA, pois é este o único tempo que existe, pois passado é uma lembrança e futuro é uma imaginação.


Espero que estas disciplinas contribuam para sua produtividade com qualidade de vida e saúde emocional e assim possamos juntos construir uma sociedade cada vez melhor. No meu site www.toniamaral.com tem mais informações e conteúdo sobre Gestão do Tempo.


  • Toni Amaral é professor e especialista em produtividade com qualidade de vida e saúde emocional. www.toniamaral.com

151 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page