top of page

Fundinho Festival recebe oito mil pessoas



Praça Coronel Carneiro foi palco de 12 horas de programação musical gratuita


No dia 16 de setembro, Uberlândia recebeu a sétima edição do Fundinho Festival, evento gratuito que proporcionou uma experiência única aos amantes do Jazz e Blues com apresentações de bandas locais de Uberlândia e Uberaba. Realizado na Praça Coronel Carneiro, o evento celebrou os 135 anos de Uberlândia e os dois maiores patrimônios culturais do município: o bairro Fundinho e o Congado.


O Fundinho Festival, apresentado via Programa Municipal de Incentivo à Cultura pelo SISTEMA MARTINS, que este ano completa 70 anos, foi sucesso de público, atraindo cerca de oito mil visitantes ao longo das 12 horas de programação musical.


Segundo a aposentada, Soraia Aidar, o Fundinho Festival é um evento maravilhoso. “Adoro jazz e blues e todos os anos eu venho ao evento. Além da música, gosto muito do público que frequenta o festival, que tem uma energia muito bacana. Foi um evento muito bem organizado e acho que vale a pena sempre prestigiar”.


“O Fundinho Festival é um belíssimo evento cultural da cidade de Uberlândia e eu vim em todas as edições, desde a primeira. É uma oportunidade de se ver música de qualidade, principalmente dos gêneros blues e jazz. Hoje eu vim na abertura para ver um pessoal novo, que eu gosto muito, que é a banda Allsiders Blues Band”, avalia o representante comercial, Cristiano Portes.


“A avaliação do público foi extremamente positiva. Conseguimos transformar a praça em um ambiente seguro, confortável e acolhedor. Muitas famílias nos acompanharam desde a primeira apresentação”, ressalta o coordenador do Festival, Marcelo Mamede.

O projeto teve o patrocínio das Cervejarias Benedith e Uberbrau e realização da Moinho Cultural e Aproxima Patrocínios e Incentivos.


Atrações


Foram 12 horas repletas de música de alta qualidade com nove atrações, a maior parte inédita na no festival: Allsiders Blues Band (UDI), Tim Fernandes Quarteto (UDI), Funke-se (UDI), Black Jack 21 (UDI) BLUESCONGADA (UDI), Jack Will Trill (UDI), CONGADAJAZZ (UDI), Glau Mineira Sexteto (Uberaba) e merece uma agulha, com discotecagem em vinil, que abriu o evento e se apresentou nos intervalos das bandas. As apresentações seguiram rigorosamente o horário previsto, iniciando às 10h, mantendo a tradição do festival de respeitar tanto os músicos quanto o público.


Para o músico Fábio Santos, esse inventivo à música, principalmente ao jazz e blues é muito importante. “Muito bom o público ter a oportunidade de conhecer o jazz e o blues. Eu sou guitarrista também, é o estilo que eu gosto de tocar e hoje vim aqui prestigiar os amigos. Eu mudei pra Uberlândia em 2015 e desde então venho em todos os festivais”, destaca.

Além das apresentações musicais, o púbico teve a oportunidade de saborear as delícias da Vila Gastronômica, com uma ampla variedade de opções de alimentação e bebidas dos parceiros, Alta Sushi, Bali Burguer, Benedith, Costelada Uberbrau e Chef Marcus Brito, Fornelli Criações Gastronômicas, Senhor Pastel, Uberbrau e Vinho & Ponto.


“Mais do que simplesmente promover a cidade de Uberlândia em todo o cenário nacional, a cada edição, o Festival se esforça para inovar e oferecer ao público uma experiência musical excepcional”, conclui Marco Túlio Morais, co-idealizador do festival.


Mais sobre o Fundinho Festival em:

www.fundinhofestival.com.br instagram.com/fundinhofestival

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page