Equipe da UFU desenvolve foguete e conquista 2º lugar em competição internacional

Desenvolvido totalmente online e analisado em simulações virtuais, o foguete Osíris foi capaz de alcançar um quilômetro de altura.

Os integrantes da Epta se reuniam virtualmente para a entrega do projeto ao torneio. | Foto: Epta


Aconteceu no dia 06 e 07 de novembro, no canal do Youtube, o Latin American Space Challenge 2021, um projeto cuja missão é motivar o desenvolvimento de satélites como carga útil.


Totalmente online, a Equipe de Propulsão e Tecnologia Aeroespacial (Epta), vinculada à Faculdade de Engenharia Mecânica (Femec) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), desenvolveu um foguete experimental em um sistema computacional e garantiu o 2º lugar entre os oito países participantes.

Foguete experimental Osíris desenvolvidos pela equipe Epta. | Foto: Epta


A competição classificou 51 equipes de acordo com a potência do combustível que o foguete utiliza. A Epta ficou na categoria "solid motor", representada por um motor movido a propelente sólido. O engenho virtual também utiliza carga útil e um satélite artificial miniaturizado para pesquisa espacial chamado pocket cubesat, que tem a forma de um cubo de 5 cm de aresta.


A Epta conta com áreas de projeto, marketing, pesquisa, gestão e extensão. O público pode acompanhar o trabalho da equipe por meio do Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube.


Fonte: Laura Justino/ComunicaUFU

2 visualizações0 comentário