Entenda por que o planejamento estratégico é essencial para o sucesso do seu negócio



De acordo com o especialista Paulo Guilherme Leal, há alguns pontos fundamentais para o desenvolvimento assertivo de empreendimentos


Você pode até ter o produto ou o serviço perfeito na sua empresa, um ótimo relacionamento com parceiros e consumidores, mas sem as estratégias isso tudo pode ir por água abaixo. O especialista em Marketing Estratégico e Empreendedorismo, Paulo Guilherme Leal, aponta que o planejamento estratégico é essencial para o sucesso comercial.


Alguns pontos são de suma importância para garantir que a sua empresa prospere. Mas, antes de montar qualquer tipo de estratégia, a primeira coisa que deve ser feita é o estudo do mercado. Entenda bem sobre a sua empresa e todas as marcas que trabalham no ramo. “A falta de conhecimento sobre o próprio negócio faz com que o profissional, muitas vezes, fique batendo cabeça, simplesmente copiando o líder de mercado”, diz o especialista.


Uma das dicas de Paulo é “demarcar o território”. Ele indica que os empresários mostrem sempre o que diferencia a marca deles das outras, o que faz com que os clientes escolham sempre o seu produto ou serviço. Vale lembrar que, mesmo que você conte com a ajuda de uma agência, você deve conhecer e saber os diferenciais da sua empresa melhor do que ninguém, por isso deve ajudar em cada parte do planejamento estratégico.



Caso, os produtos vendidos sejam “commodities” ou os serviços oferecidos não sejam tão diferentes dos ofertados pela concorrência, “a diferença entre a empresa A ou B é a forma como ela se coloca no mercado”. De acordo com Paulo, o planejamento estratégico tem a ver com a logo da empresa, o slogan e até o posicionamento dela no mercado.


Outra dica importante é fazer sempre pesquisas para entender melhor a área do seu negócio, pois ele pode mudar constantemente. “Tem muita gente que não consegue nem enxergar quem são seus concorrentes diretos, muito menos os indiretos. Além disso, a falta de conhecimento sobre o próprio negócio faz com que o profissional fique batendo cabeça, simplesmente copiando o líder de mercado ao invés de tentar se diferenciar dele, achar um nicho, focar em pontos que o líder deixa a desejar, tentar entender qual a dor do cliente e atacar com uma solução”, conclui Paulo Guilherme Leal.

3 visualizações0 comentário