Entenda o porque XP, Itaú e Minerva estão entre as empresas preferidas do Morgan Stanley

Atualizada, a lista de topstock ideas revela perspectivas da Morgan Stanley para a América latina.

Foto: Suno Notícias


Em relatório sobre a perspectivas para a América Latina, o Morgan Stanley atualizou sua lista topstock ideas, na qual elenca suas dez empresas favoritas na região para 2022.


Para a XP Investimentos, primeira colocada da lista, o preço-alvo do Morgan Stanley ficou em US$ 62 por ação. A exposição do banco ao papel é overweight, acima da média, levando em conta um bom potencial de lucro por ação e de retorno sobre patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês). Segundo o Morgan Stanley, a XP possui um modelo de negócios “altamente sinérgico”, com uma plataforma aberta, uma rede de analistas financeiros independentes em posição de liderança e entrada em novos segmentos.


Já o Itaú Unibanco, segunda favorita do Morgan Stanley, a exposição também é overweight (acima da média) e o preço-alvo para os ADRs da empresa é de US$ 7,2. Segundo os analistas, a margem financeira líquida do banco pode ter resultado melhor do que o esperado, com os juros ficando mais altos e também porque o mercado não aproveitou o potencial do excesso de liquidez no mercado, podendo se beneficiar do volume de aumento de empréstimos.


Para Minerva a exposição do Morgan Stanley às ações (BEEF3), terceira colocada do top stock ideas, também é acima de média (overweight), com preço-alvo de R$ 16,50. Os analistas veem margens altas para a empresa por mais tempo, fluxo de caixa e outros catalisadores para a alta das ações. O banco destaca as operações da Athena, subsidiária com operação na Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai. “Ao mesmo tempo, o Brasil também está melhorando nas margens”, diz o relatório assinado por Ricardo Alves.


Fonte: InfoMoney/Mitchel Diniz


85 visualizações0 comentário