Desculpe, quem são os seus gerentes?

Quanto maior o negócio, maior o risco e o nível de dedicação exigido de seus participantes.




Por Hélio Mendes

Fotos Divulgação



Eles sabem o que é um modelo de gestão estratégica? A palavra “modelo, derivada do latim modulus, remete à forma de ordenamento das partes que compõem um conjunto, servindo de exemplo ou norma de uma determinada situação”. Nem toda empresa tem seu modelo bem definido, o qual tem que ser adequado a seu mercado - e este tem-se tornado cada dia mais dinâmico. Não existem modelos à venda em prateleiras. São construídos pelos gestores de cada organização. Como é o seu? Seus gerentes sabem o que é gestão? O modelo é centralizado ou descentralizado, a estrutura é plana ou alongada, as metas estão bem definidas e há indicadores para medi-las? E elas estão bem alinhadas com as demandas presentes e futuras? Eles sabem o que é estratégia? Porque esta palavra se vulgarizou nos últimos anos... Ela tem um histórico, tem origem na arte da guerra. E as empresas vivem em guerra, porém, algumas são meros pelotões de companhias que lideram os setores. Por vezes, são descartadas pelas empresas líderes. O que é estratégia competitiva?


É um meio para se diferenciar da concorrência. A sua empresa tem estratégia competitiva, ou apenas fica imitando as melhores do seu setor? Se isso está acontecendo, há grande possibilidade de ela ter vida curta. Um ponto crucial: como sua empresa forma as equipes? Seleciona, treina e avalia ou apenas aglutina pessoas, ordena e as monitora? Se esta é a sua realidade, a produtividade é baixa. Sua equipe conhece de fato seu produto e serviço, ou apenas é algo que o fornecedor e o seu cliente conhecem? É outro fato que leva a organização a não ter a rentabilidade que deveria. E o que o seu cliente considera como essencial? Preço, qualidade, serviço, modelo de embalagem, facilidade de armazenagem ou transporte? O que você facilita para atender o consumidor final? Se não sabe, não conhece o caminho todo. Administrar não é fácil. Esse é o motivo do índice alto de mortalidade de empresas e da baixa produtividade. E, quanto maior o negócio, maior o risco e o nível de dedicação exigido de seus participantes. Tudo depende do planejamento dos negócios, da capacidade empresarial e de uma gestão inovadora.


Hélio Mendes é Consultor de Estratégia e Gestão, professor da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra, com curso de Negociação pela University of Michigan, Gestão Estratégica pela University of Copenhagen e Fundamentos Estratégicos pela University of Virginia.

Email: latino@institutolatino.com.br | Site:www.institutolatino.com.br

2 visualizações0 comentário