Conselho Nacional do Café em festa.

Neste mês de julho a principal entidade do café completa 40 anos de sucesso. Mais um setor do Agronegócio brasileiro que se destaca e um dos pioneiros entre as culturas nacionais.

A origem real do café se perde no imaginário, mas considera-se que veio da região da Cafa, na Etiópia, saído da Arábia. “No século XIV, quando chegou ao continente europeu, o café era chamado de ‘vinho da Arábia’, pois os árabes o chamavam de ‘gahwa’, que em sua língua significava vinho”. Somente no século XVI é que surgiu o café torrado, como o consumimos hoje.

No Brasil as primeiras mudas de café foram plantadas ainda pelos idos de 1720, na província do Pará, por Francisco de Mello Palheta, após viagem à Guiana Francesa.

O café é a bebida mais consumida do mundo. O Brasil é seu maior produtor, tendo este setor como o mais organizado do Agro. Sua principal entidade, o CNC – Conselho Nacional do Café, está fazendo 40 anos. A história do café se confunde com a do País; e a do CNC, com a de seu presidente, Silas Brasileiro.

O sucesso da cadeia produtiva se deve ao CNC e às cooperativas, que possibilitam aos pequenos e médios serem competitivos.

O café é um alimento, a bebida de todas as classes sociais. Poderíamos dizer que é uma bebida sagrada de todos os dias. Esse é o motivo pelo qual os produtores o cultivam com amor, fazendo com que o Brasil e o CNC pudessem chegar onde chegaram.


Por | Hélio Mendes

Consultor de Estratégia e Gestão, professor da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra, com curso de Negociação pela University of Michigan, Gestão Estratégica pela University of Copenhagen e Fundamentos Estratégicos pela University of Virginia.

latino@institutolatino.com.brwww.institutolatino.com.br





14 visualizações0 comentário