Center Shopping 30 Anos

Conheça a história da área que seria sede do grupo Arcom, mas se tornou um verdadeiro complexo que conta com hotel, centro de convenções e ainda tem muito mais que está por vir.


Por Palmira Ribeiro | Jornalista

Fotos Mauro Marques e de Divulgação


Foi em abril de 1992 que Uberlândia ganhou o Center Shopping. Localizado estrategicamente em uma região promissora e planejada, o complexo celebra este ano três décadas sem parar nunca de empreender, afinal, esta é uma das marcas do grupo idealizador: o Arcom. Com diversos investimentos em andamento, o diretor William Costa Dias garantiu que o que está por vir proporcionará transformação e experiências únicas.

“O grupo Arcom tem este perfil de pensar grande e ser futurista. Lembrando que estamos no interior e promover crescimento para a cidade tem um valor enorme para nós”, destaca.

E tudo começou exatamente após uma visão de futuro. Voltando no tempo, o terreno original de 20 mil metros quadrados onde atualmente é o Complexo Center Shopping, que conta atualmente com: UBT - Uberlândia Business Tower, Center Office, Center Convention, Hotel Mercure Uberlândia Plaza Shopping e o Shopping, tinha outro destino. No início era para ser a sede do grupo Arcom.


Mas a família empreendedora do Sr. Dilson Pereira da Silva mudou os planos depois de ter participado de uma apresentação na Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub), feita pelo Escritório de Planejamento Urbano Jaime Lerner, durante a gestão do então prefeito Virgílio Galassi. A apresentação tinha como tema o novo Plano Diretor da cidade. Nele constava uma mudança profunda baseada em grandes vetores, com as avenidas Rondon Pacheco e João Naves de Ávila.


Exatamente a área em que seria a sede do Arcom. Contudo, depois de ver que o município seria descentralizado, que passaria por expansão do Centro e que muito próximo à área do grupo passariam a existir prédios da Prefeitura (com secretarias) e da Câmara, apostaram que a região era muito nobre e que poderia ter outro destino.

“O Arcom era no Bairro Brasil e a cidade estava crescendo. A intenção do grupo era ter um

novo espaço numa localização que facilitasse e agilizasse o acesso de caminhões. Então, estar ali no terreno com as duas importantes avenidas que ligavam rodovias próximas seria benéfico. Entretanto, diante do que foi visto na apresentação na Aciub, a decisão foi levar o Arcom para o Distrito Industrial e deixar o terreno para outro projeto. Além disso, na época, Uberlândia tinha um shopping que não ia bem e as pessoas falavam que era por causa de localização e, ainda, diziam que o local para um novo shopping seria o encontro das duas avenidas. Foi aí que iniciaram estudos de viabilidade para a empresa desenvolver um shopping center no terreno”, lembra William Costa Dias.


Com a ideia aprovada e com recursos próprios para a construção do shopping foi dado o start da obra que durou cerca de dois anos. Durante o período foi feito estudo de viabilidade, projeto, colocada equipe de vendas e stand para acompanhar as obras no terreno. E a princípio, o projeto era ter cerca de 120 lojas.


“O grupo buscou empresas especializadas para fazerem pesquisa e a implantação do shopping, que foi inaugurado na data prevista, em 27 de abril de 1992. Entrei para a equipe nesta época e lembro que não tínhamos uma loja âncora. A Pernambucanas até assinou contrato e outra do Rio de Janeiro, mas acabaram cancelando. Era uma época difícil diante do confisco do governo Collor. Por isso, o maior desafio que eu vejo no começo de tudo foi o momento da economia e uma época em que a cultura de frequentar shoppings não era tão difundida como é hoje. Existiam dificuldades para criar o hábito de frequentar e até de almoçar fora de casa. Foi um processo inicial difícil, mas deu certo!”, comemora o executivo.


Descobrindo e fidelizando o público

O Center Shopping nasceu num momento de transição de uma cidade de 300 mil habitantes para 500 mil. Época em que somente o Rio de Janeiro e São Paulo tinham uma cultura de procurar shoppings para várias atividades. Em Uberlândia e outros do interior, não. Na cidade havia hiper visitação aos fins de semana e, durante a semana, era vazio. Segundo William Dias, para mudar isso foi necessário investir em montar uma equipe própria para ouvir os lojistas, estar nos corredores e entender os problemas e dificuldades deles, bem como adotar novas estratégias, como os shows que eram realizados em dias de semana, visando atrair público que movimentasse a praça de alimentação e as lojas.


“Shopping é lojista bem estruturado. E o sucesso de um shopping é ter um bom mix de lojas com boa prestação de serviços para todos terem segurança, num ambiente limpo e bem mantido, além de agradável. Também um bom marketing e comunicação para dizer que você existe”, ressalta. E assim o Center Shopping foi superando desafios e após três anos de existência veio o sucesso que se mantém até os dias de hoje. O local estava bem consolidado e com lojas atraentes.


“Para mim o sucesso que segue está no entendimento do mercado que estamos inseridos. O grupo tem estratégias que sempre deram certo: fazer parcerias, planos de sempre mais e melhor, pensar para frente. Sem contar que o grupo Arcom pensa grande, é um orgulho! Fomos o primeiro shopping mixed use - agregando varejo, negócios e turismo. Temos um complexo que possui tudo: um Shopping Center completo, Hotel, Torre Comercial, Centro de Convenções. E atualmente, vários shoppings estão caminhando nesse sentido de diversificação”, concluiu William.


Sobre o futuro

Para esta terceira década, os projetos não param. Em abril, o Complexo entregou novas obras, que são parte de um pacote de investimentos anunciado em agosto de 2019, que chegou a R$ 110 milhões.

Entre as novidades está o Center Office, que é um novo empreendimento do Grupo Arcom no Complexo, voltado à locação de espaços para locações corporativas, com mais de 7,9 mil m2 de área. Ele se junta ao UBT, com seus 16 mil m2 de espaços business que já abrigam mais de 60 empresas. Outra novidade foi a entrega do novo Center Convention, que agora está ainda mais completo, com novas instalações, equipamentos e serviços oferecidos. E em breve a entrada principal do Center Shopping, pela avenida João Naves de Ávila, será totalmente transformada com um novo conceito de boulevard, seguindo tendências mundiais com mais áreas para convivência ao ar livre e um paisagismo surpreendente, incluindo espelho d’água, playground, pet park e praça de eventos.


Além disso, nos últimos meses o shopping estreou o novo projeto de circulação vertical, com mais escadas rolantes interligando todos os pisos e ampliando os acessos ao piso 4 (Center Convention) e aos novos pisos 5 e 6 (Center Office), além de mudanças na praça de alimentação para oferecer mais comodidade e conforto aos clientes, assim como o Go Kids (novo parque infantil gratuito), atualização do visual interno com troca de pisos e novidades nos banheiros e fraldário.

70 visualizações0 comentário