BNDES reduz juros para empresas com desempenho social e ambiental

A iniciativa procura estimular as empresas a adotarem melhores práticas ambientais e a atender o desejo da sociedade de ter "um Brasil mais sustentável".


Foto: CNN Brasil


De acordo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), as empresas que reduzirem emissões de gases poluentes ou aumentarem iniciativas sociais, mostrando expansão de seu desempenho ambiental, social e de governança (ASG), terão juros reduzidos nos financiamentos do banco sem relação com projetos de investimentos.


Bruno Aranha, diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, disse que a solução inovadora de linked loan — crédito com incentivos para boa performance socioambiental — representa mais um importante passo, pois apoia e estimula as empresas a adotarem as melhores práticas e a repensarem seus modelos de negócio em prol da economia de baixo carbono e inclusiva. Já o diretor de Crédito a Infraestrutura do Banco, Petrônio Cançado, ressaltou que a meta é ajustar as empresas ao desejo da sociedade de ter “um Brasil mais sustentável”.


O programa de Crédito ASG, destina-se à empresas da cadeia de madeira voltada ao reflorestamento, fabricantes de equipamentos para a cadeia de energia renovável e de eficiência energética, mineração, siderúrgica, setores com potencial de melhorias em termos ambientais.


Já o social, o setor escolhido foi o de provedores de internet de pequeno porte, vinculados diretamente à agenda ambiental, social e de governança. A expectativa do banco é que, posteriormente, o programa seja estendido para outros setores.


Atualmente, o programa já alcançou um orçamento de R$1 bilhão para conceder empréstimos de até R$150 milhões por grupo econômico. A empresas interessadas devem entrar em contato com o BNDES e dar entrada ao seus pedidos até 31 de dezembro de 2023. O prazo total de pagamento será de até 96 meses, incluída carência de até 24 meses.


Fonte: Aciub

4 visualizações0 comentário