Agronegócio mineiro bate recorde em exportações

Valor alcançado de US$10,5 bilhões registra crescimento de 20,23% em relação ao ano anterior.

Foto: Divulgação/Seapa


Em 2021, as exportações do agronegócio mineiro registraram um crescimento de 20,23% em exportações em relação ao ano passado. O valor recorde de US$10,5 bilhões, foi 7,9% a mais que o segundo melhor resultado, consolidando-se como o melhor resultado da história das exportações desde 1997. Os dados mostram, ainda, que dos 28 grupos que compõem a pauta exportadora do agronegócio do estado, 93% obtiveram crescimento nas vendas na comparação com 2020.


O volume embarcado do estado durante o ano de 2021, chegou a 112,5 milhões de toneladas, registrando queda de 2,1% em relação ao ano anterior. A ampliação da receita de vendas no contexto de redução do volume comercializado evidencia o fenômeno observado no decorrer de 2021: a alta na cotação dos produtos exportados. Em média, a tonelada foi negociada em cerca de US$ 841,18.


Para a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ana Valentini, os números trazem alento e esperança. “Neste momento de retomada das atividades em nosso estado, é um sinal de que o setor produtivo é capaz de contribuir muito para o nosso desenvolvimento”, afirma. O agronegócio mineiro representou 27,5% do total das exportações do estado.


De acordo com a sua avaliação, dentre os motivos que justificam o bom desempenho está o crescimento na demanda mundial de alimentos e o acesso a novos mercados. A produção mineira chegou a 176 destinos. Os principais parceiros foram China (US$ 2,76 bilhões), Estados Unidos (US$ 1,2 bilhão), Alemanha (US$ 927 milhões), Itália (US$ 507 milhões) e Japão (US$ 473 milhões), que juntos, importaram 55,1% das vendas externas do setor. Todos os principais destinos registraram aumento das compras.


Confira a lista dos principais setores do agronegócio para exportação em 2021:


1º Café (Verde, torrado, extratos e sucedâneos)

Valor embarcado: US$ 4,4 bilhões

Participação nas exportações do agro: 42,4%

Variação 2021-2020: +16,1%


2º Complexo Soja (Grão, farelo e óleo)

Valor embarcado: US$ 2,4 bilhões

Participação nas exportações do agro: 22,8%

Variação 2021-2020: +33,3%


3º Carnes (Bovina, de frango, suína e outras)

Valor embarcado: US$ 1,2 bilhão

Participação nas exportações do agro: 11,2%

Variação 2021-2020: +14,4%


4º Complexo Sucroalcooleiro (Açúcar, álcool e outros)

Valor embarcado: US$ 1,1 bilhão

Participação nas exportações do agro: 11%

Variação 2021-2020: +6,5%


5º Produtos Florestais (Celulose, madeira, borracha natural e gomas naturais)

Valor embarcado: US$ 734,5 milhões

Participação nas exportações do agro: 7%

Variação 2021-2020: +37,5%


6º Fibras e Produtos Têxteis (Algodão e produtos têxteis de algodão, demais fibras e produtos têxteis, confecções, tecidos de malha, lã ou pêlos finos e produtos têxteis, linho e produtos de linho, seda e produtos de seda, tecidos de malha)

Valor embarcado: US$ 95 milhões

Participação nas exportações do agro: 0,9%

Variação 2021-2020: +30,8%


7º Rações para Animais

Valor embarcado: US$ 88,2 milhões

Participação nas exportações do agro: 0,8%

Variação 2021-2020: +11,7%


8º Couros, Produtos de Couro e Peleteria

Valor embarcado: US$ 63,5 milhões

Participação nas exportações do agro: 0,6%

Variação 2021-2020: +86,9%


9º Demais Produtos de Origem Vegetal

Valor embarcado: US$ 57,8 milhões

Participação nas exportações do agro: 0,6%

Variação 2021-2020: +63,9%


10º Cacau e seus Produtos

Valor embarcado: US$ 48,8 milhões

Participação nas exportações do agro: 0,5%

Variação 2021-2020: +55,2%


Fonte: Comex Stat/ME

Márcia França - Ascom/Seapa

3 visualizações0 comentário