Agro Shopping Uberlândia

Atualizado: 22 de dez. de 2021

Idealizador do shopping destaca importância do empreendimento que é o primeiro do Brasil e do mundo.

Da Redação

Fotos Kaká Fotografias | Divulgação | Secom-PMU | CDL Luciana Santos


O agronegócio é um dos importantes setores que movimentam bilhões na economia do país devido a sua grande capacidade de produtividade e geração de oportunidades de empregos em diferentes setores e níveis hierárquicos dentro deste mercado. Somente no ano passado, o agronegócio alcançou 26,6% do PIB nacional, segundo Comunicado Técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). E para um setor tão grande quanto este é importante ter comércios especializados em produtos e materiais utilizados nos diversos setores agrícolas. Pensando nisso, Uberlândia ganhou o primeiro Agro Shopping do país (e do mundo), que conta com um portifólio de produtos completo para o que o agronegócio precisa.


A ideia inovadora de um espaço voltado para o agronegócio foi idealizada nas feiras de agronegócio, a criação do Agro Shopping Uberlândia é um marco nacional que busca reunir em um espaço permanente, pequenas, médias e grandes empresas e compradores do mercado do agronegócio. Tão grande quanto as produções voltadas para o nosso país são os números de exportações do setor agro, que registrou recorde no mês de agosto deste ano, segundo dados do Governo Federal, onde o valor exportado foi de US$10,90 bilhões, valor 26,7% superior, se comparado ao mesmo mês de 2020.


Com localização estratégica na região leste de Uberlândia, o shopping fica a apenas três quilômetros do aeroporto da cidade, o que facilita o acesso a pessoas que vêm de outros estados conhecerem o local, além de ser próximo a uma área em expansão habitacional com diversos lançamentos imobiliários. Com mais de 230 lojas e 20 quiosques, buscando dinamizar cada vez mais o segmento do mercado agro, a enorme estrutura de 48.000 m² de lojas, 150.000 m² de terreno aproximadamente, e lojas que vão de 20 a 8.000 m², o shopping contará com espaços para leilões, auditórios, coworking, escritórios, pets, bancos, concessionárias de tratores e veículos, fertilizantes, implementos agrícolas, produtores, bares, restaurantes e muito mais em um ambiente exclusivo de negócios. Além de garantir mais de 1.400 vagas de empregos e R$126.000.000 em investimentos.


Para entender melhor sobre o assunto, conversamos com Vinicius Ferraz, administrador de empresas, especializado em agronegócio e idealizador e sócio do Agro Shopping Uberlândia. Com um currículo extenso, o profissional já foi administrador da Ceagesp, coordenador operacional e de projetos nas Ceasas (Campinas, Piauí e Paraná) e passou por lugares como o Projeto da Central Abastecimento em Angola, Projeto da Nova Central de Planaltina, Projeto do Centro Logístico e Estocagem de Santos, dentre outros. Sempre focado no agronegócio, Ferraz ministrou palestras voltadas aos produtores e empresários rurais do Estado de São Paulo, Paraná e Piauí, apresentando as novidades, oportunidades e tendências da área. Colaborou com o desenvolvimento do PNA - Plano Nacional de Abastecimento. Nesta entrevista, ele fala sobre seu maior investimento no momento.


O que é o Agro Shopping Uberlândia?

É o primeiro e maior centro comercial voltado ao mercado do agronegócio, reunindo desde fabricantes de máquinas agrícolas, revendas de insumos, bancos financiadores do setor, opções de lazer ligadas ao agro, além de ser palco de leilões e exposições da pecuária, e ainda conta com espaço para coworking, escritórios de advocacia e lojas “normais”, como de roupas, espaço kids e supermercado. Um comércio completo para todas as necessidades do mercado.


Qual o propósito do shopping e de onde surgiu a ideia de destinar um shopping ao setor agro?

É ter um espaço especializado com produtos da melhor qualidade para aqueles que procuram as melhores ferramentas e materiais para seus negócios. A ideia de ter um Agro Shopping surgiu depois que fui convidado para analisar um espaço em Uberlândia, que foi a construção deste shopping que estava pronto, porém sem atividades comerciais há alguns anos. E conversamos sobre o interesse de voltar às atividades comerciais do local, com algo que fosse diferente de tudo e que tivesse grande impacto positivo na economia do nosso país. Além disso, sempre estudei bastante a área de feiras, exposições e tudo que envolve o agronegócio em todo o Brasil e uma grande necessidade da maioria dos expositores era justamente a necessidade de um lugar fixo de concentração de agronegócio, sem a necessidade de serem itinerantes, em diversas feiras.


A região de Uberlândia foi escolhida para estrear a primeira unidade do Agro Shopping por algum motivo específico?

A região de Uberlândia é fortíssima quando pensamos em agronegócio e é a central de logística do Brasil, devido a isso, a ideia do Agro Shopping foi ganhando cada vez mais força, uma vez que era uma ideia inovadora e estava em ponto estratégico para o negócio. Então, após diversos estudos, chegamos à conclusão de que seria o melhor local para abrigar o Agro Shopping. A três quilômetros do aeroporto da cidade é um importante ponto para movimentação de empresários do setor e que facilita a visita ao nosso shopping. Também oferecemos transporte gratuito para os passageiros visitarem nossa estrutura que abrigará mais de 230 lojas.


O agronegócio é um setor gigante. Por que é o primeiro Shopping Agro do Brasil?

Difícil dizer por que não foi um negócio criado antes, mas o Agro Shopping Uberlândia não somente é o primeiro do Brasil, mas também do mundo. Conheço diversos distribuidores e fornecedores mundiais, e em nenhum outro lugar existe um shopping voltado apenas para o mercado agro, mas acredito que será uma importante mudança a criação do Agro Shopping para que seja mais perceptível a importância do mercado agro na sociedade.


Vocês possuem a pretensão de expandir esse negócio para outros estados?

Sim, a segunda unidade do Agro Shopping já está em construção em Piracicaba (SP), com 34 mil m² e deverá ficar pronta em 2023.


Qual o impacto que o Agro Shopping pode causar no setor?

O agronegócio representa cerca de 24% de todo o PIB nacional, é a maior fatia individual que temos, então nada melhor do que enaltecer esse mercado que é tão forte e importante para o país. Dessa forma, acredito que ter um comércio central, onde quem está envolvido com agronegócio possa tanto comprar materiais, ferramentas e produtos, roupas, ou mesmo utilizar um espaço de coworking, ter um espaço para feiras e eventos, vai concentrar todos os grandes e pequenos produtores em um só lugar. Mas o intuito é que também seja um lugar de lazer, para se levar a família toda, além de movimentar a economia local, que já é um ponto forte para o agro.


A pandemia impactou muito o setor?

Com a pandemia, veio a suspensão de diversas atividades e, claro, o agronegócio também foi afetado, principalmente na parte de feiras presenciais. Mas, do desafio criamos a possibilidade, e isso alavancou a ideia do shopping e ajudou a tirá-la do papel. Fato é que o mundo digital está alterando a rotina de diversos produtores rurais, mas não enxergo isso como algo ruim, e nosso negócio tem muito a oferecer na parte digital também.


Odelmo Leão

“Recebemos com muita alegria mais essa conquista para Uberlândia. A instalação do Agro Shopping é exemplo da confiança e segurança que o empresariado sente em nossa cidade. Ela se soma aos mais de R$ 3,8 bilhões em investimentos privados que conseguimos atrair nos últimos anos, além de outros quase R$ 4 bilhões investidos em habitação, por meio da Caixa Econômica Federal direto às construtoras, onde a Prefeitura é parceira nos cadastros dos moradores. Além disso, o Agro Shopping contempla um setor de extrema importância, tanto para nossa região quanto todo o país, que é o agronegócio. Para se ter uma ideia, estima-se que o agro ultrapasse os 30% do PIB nacional de 2021. Só Uberlândia, por exemplo, exportou 714,18 milhões de dólares neste ano. Os produtos do agronegócio compõem mais de 95% deste valor. A verdade é que o Brasil todo cresce quando investimos no agro. E aqui em Uberlândia temos um grande diamante negro que estamos lapidando desde 2019: o pó de basalto, que vai revolucionar o agronegócio no país. Seja de pequeno, médio ou grande porte, o produtor rural alimenta milhões de pessoas e garante emprego e renda para milhares de famílias. Desejo vida longa a esse novo empreendimento. Que o Agro Shopping consiga ajudar nossos produtores nesta missão que é sustentar um país inteiro com alimento de qualidade” - Odelmo Leão, prefeito de Uberlândia.


Thalita Jorge - PMU

“Uberlândia localiza-se numa região econômica estratégica na cadeia de valor do agronegócio. Além de uma extensa área rural, grandes empresas estão aqui instaladas com destaque ao processamento de grãos, produção de sementes, avicultura, suinocultura, derivados de leite, bem como desenvolvimento de soluções tecnológicas. Ficamos muito felizes com a instalação do empreendimento na cidade. Nossa expectativa é que se consolide como um complexo referência no segmento do agronegócio na região e no país, gerando movimentação econômica e oportunidades aos empreendedores e consumidores. Sejam bem-vindos e bons negócios” - Thalita Costa Jorge, secretária municipal de Agronegócio, Economia e Inovação da Prefeitura de Uberlândia.


Paulo Romes - Aciub

“Agro Shopping Uberlândia. Parabéns Uberlândia e a todos que contribuíram para essa iniciativa. Uberlândia mais uma vez saindo na frente, o primeiro shopping voltado ao agronegócio do Brasil. Não é uma tarefa fácil colocar um empreendimento deste em pé, mas Uberlândia tem uma vocação natural para o agronegócio e certamente nós faremos aqui grandes negócios, com a oportunidade de geração de empregos, renda e também uma oportunidade de investimento ímpar em Uberlândia. Seja bem-vindo a este novo shopping, seja bem-vindo a este novo negócio. Pode ter certeza que Uberlândia é uma terra fértil, em que tudo que se planta dá, e essa iniciativa certamente dará muitos frutos” - Paulo Romes Junqueira, presidente da Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub).


Fabiano - Agroflora

“A AgroFlora é uma empresa focada no mercado agrícola, nova, jovem e inovadora, que busca melhorias cada dia mais no campo, trazendo otimização de custos e também na otimização no uso dos defensivos de forma mais seletiva e com maior sustentabilidade. A AgroFlora preza e visa muito o produtor, tanto em suas formas de produção quanto em custos. O Agro Shopping para nós será um local de reunião de amigos, de clientes, de fornecedores, onde poderemos estar todos juntos, falando a mesma língua, estando no mesmo processo, caminhando no mesmo sentido e segmento que é o agronegócio. Estar no Agro Shopping para nós é um motivo de satisfação, alegria e de poder ter empresas do mesmo segmento. Não vejo que sejam concorrentes, mas sim empresas voltadas de mãos dadas para o crescimento do agronegócio. Creio que a AgroFlora contribuirá muito e será de grande valia no ambiente do Agro Shopping, assim como eles somarão na condição de contribuir para que se fomente as informações, as negociações e canalize de uma forma mais produtiva, rentável e rápida no nosso negócio que é o agronegócio. Muito obrigado a todos, espero vocês no Agro Shopping” - Fabiano, diretor da AgroFlora.


Cícero Novaes - CDL

“Uberlândia está sempre na vanguarda quando se trata de atração de novos negócios para a cidade. Desta vez estamos recebendo as instalações do primeiro centro comercial, destinado ao agronegócio do Brasil, o Agro Shopping. A CDL, como associação que representa o comércio e serviços, apoia o empreendimento e parabeniza os idealizadores, afinal, o segmento do agro é o que mais tem se destacado dentro da economia, portanto merece uma estrutura deste porte, capaz de gerar renda, emprego e negócios para nossa região. Sejam muito bem-vindos” - Cícero Heraldo Oliveira Novaes, presidente da CDL Uberlândia.


Regis Liberali

“Nós somos uma empresa de tecnologia de gestão, a Liberali. Presentes em quatro Estados com filiais, estamos aqui no Agro Shopping juntos, porque é um empreendimento que tem tudo a ver com o nosso negócio. Esperamos em breve inaugurar a nossa loja” - Regis, da Liberali Serviços Empresariais.


7 visualizações0 comentário