Índice de Transformação Digital cresce 26% em Minas Gerais

Em busca de dispensar o atendimento presencial, serviços estaduais e federais estarão cada vez mais disponíveis online.

Site Portal MG com mais de 1,1 mil serviços cadastrados. | Foto: Agência Minas


No último ano, o Governo de Minas Gerais registrou um alcance de 74,5% no Índice de Transformação Digital. Tal porcentagem correspondeu as etapas dos serviços estaduais realizadas digitalmente, sem que o cidadão precisasse comparecer presencialmente na unidade. Desde 2018, 74 serviços foram simplificados por meio da atuação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MG) junto aos órgãos e entidades. Um dos destaques foi a eliminação da exigência de autenticação de documentos em serviços prestados pelo Estado.


Atualmente, há mais de 1,1 mil serviços cadastrados no Portal MG, além do aplicativo que composta agora mais de 70 serviços para o cidadão e 23 para empresas. Em busca de aprimorar ao atendimento ao cidadão, essas e outras medidas digitais estão sendo executadas pela Seplag, por meio das subsecretarias de Gestão Estratégica e de Governança Eletrônica e Serviços.


Em 2021, algumas das novidades foram a solicitação da segunda via de Certidão de Nascimento, Casamento e Óbito, sem necessidade de ir a um cartório, a consulta ao Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (ACVB) e o registro de boletim de ocorrência de violência doméstica. Atualmente, o MG App possui cerca de 400 mil usuários ativos por mês e mais de 1 milhão de downloads realizados.


A Seplag deu continuidade, em 2021, à implementação do Programa Alô, Minas!, que vai levar cobertura de telefonia móvel e internet com tecnologia 4G para 155 localidades e distritos mineiros que ainda não são atendidos pelos serviços. Foi realizada a terceira Seleção Pública do programa, com o recebimento de propostas de empresas de telefonia para 14 lotes, que estão em fase de implementação. Com a medida, mais de 109,5 mil pessoas serão contempladas com o acesso.


O Governo de Minas progrediu, ainda, no Programa UAI Compartilha, que busca a ampliação das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) e dos serviços prestados nos territórios mineiros por meio do compartilhamento do modelo de gestão das unidades com as prefeituras. A primeira unidade do programa foi inaugurada em Leopoldina, com a estimativa de realizar cerca de 21 mil atendimentos por ano, em serviços como emissão de documentos, prova eletrônica de legislação, licenciamento de veículos, solicitação de seguro-desemprego, intermediação de mão de obra, entre outros.


Minas Gerais conta, agora, com 32 UAIs, distribuídas em diferentes localidades. Outros dez convênios do UAI Compartilha já estão assinados e mais 24 pedidos de parceria foram realizados.


Fonte: Aciub Uberlândia e Agência Minas

1 visualização0 comentário